24 DE JUNIO – DIA MUNDIAL DE LA INVESTIGACION OVNI

ES EL DESEO DE TODO EL EQUIPO DE VISION OVNI

Porque es un reconocimiento al investigador del fenomeno ovni……

Porque es un homenaje a quienes nos precedieron en este fascinante mundo de la imaginacion…..

Porque somos oido y voz de los que tienen experiencias……..

Porque somos los que nos llegamos a los lugares de las experiencias……

Porque somos los que superamos las diferencias para llegar a la verdad…..

Porque generamos cultura con el tema……….

Porque forzamos a que las autoridades nos presten atencion…………..

Porque vamos a lograr la desclasificacion……..

Porque somos investigadores de campo del fenomeno ovni …………..

PORQUE NOS MERECEMOS TENER NUESTRO DIA
FELICIDADES!!!!

Hoje, sexta-feira, 24 de junho: Dia Mundial dos Discos Voadores

“Os discos voadores existem, são materiais e estão sob controle de inteligente”.
Hoje, quem afirma isso não são apenas os ufologos, mas tambem o Governo

Ate ha algum tempo, eram apenas ufologos que insistiam em afirmar o que se lê acima. Diziam que os discos voadores existem, que são naves solidas, construidas e pilotadas por avançadas raças de seres alienigenas. Agora, atraves de documentos recentemente liberados pelo Governo, descobre-se que os militares brasileiros não apenas tambem pesquisam seriamente o assunto, criando ate comissões secretas para isso, como tambem admitem que os UFOs são objetos solidos e circulam em nossos ceus sob controle inteligente.

A informação foi obtida em um documento entre centenas que a Comissão Brasileira de Ufologos (CBU) conseguiu fazer o Governo liberar ha alguns meses, atraves da campanha popular UFOs: Liberdade de Informação Ja, que foi iniciada em 2004 atraves da Revista UFO. Em todos estes anos, os ufologos membros da CBU entregaram ao Governo dossiês que provam que os discos voadores existem e que contatos com seus tripulantes têm sido feitos no Brasil. Veja: www.ufo.com.br/artigos/invasao/

E mais, mostraram ao Governo tambem documentos oficiais que vazaram de decadas para ca, que comprovam que militares da Aeronautica sabem muito bem disso desde os anos 40, mas que escondem os fatos da população. Sem ter como negar a autenticidade dos papeis apresentados pelos ufologos, o Governo cedeu e passou a entregar as pastas secretas. Hoje, mais de 5.000 paginas de documentos ufologicos antes classificados como sigilosos, confidenciais ou ultrasecretos ja estão no Arquivo Nacional, em Brasilia, para consulta publica. E centenas de fotos. Veja: www.ufo.com.br/noticias/cbu-recebe-novo-lote-de-arquivos-ufologicos-liberado-pelo-governo-brasileiro-referente-aos-anos-80/

Casos ufologicos investigados pela Aeronautica

Entre toda esta papelada se encontram informações que surpreendem. Por exemplo, dezenas de relatorios de investigações ufologicas feitas oficialmente por militares da Força Aerea Brasileira (FAB) no interior de São Paulo, Minas, Rio de Janeiro e outros estados, que resultaram na determinação de que naves em formato de disco não apenas foram observadas sobrevoando certas localidades, mas tambem pousaram e seus tripulantes fizeram contatos com humanos. Esta la, nos documentos recentemente liberados pelo Governo, que incluem ate desenhos coloridos dos discos voadores feitos, tudo registrado oficialmente. Baixe aqui os documentos: www.ufo.com.br/documentos/

Outro importante documento que o Governo enviou ao Arquivo Nacional, ha alguns meses, de maneira discreta e sem atrair a atenção da imprensa, e um relatorio de ocorrências que registra um dos mais espantosos incidentes ufologicos do mundo, ocorrido em 19 de maio de 1986 e chamada pelos ufologos como “A Noite Oficial dos UFOs no Brasil”. Veja: www.ufo.com.br/noticias/chega-de-engavetamento-ja-e-hora-das-autoridades-brasileiras-abrirem-seus-arquivos-e-admitirem-que-ufos-existem/

Oficial porque 7 caças a jatos da Aeronautica se envolveram numa incrivel perseguição a 21 UFOs esfericos e de grande proporções entupia os radares do Centro Integrado de Defesa Aerea e Controle de Trafego Aereo (Cindacta), especialmente na Região Sudeste. A perseguição durou horas e teve momentos de grande perigo aos pilotos brasileiros, tanto que ate mesmo o então ministro da Aeronautica, brigadeiro Octavio Moreira Lima, admitiu a gravidade dos acontecimentos em rede nacional de TV, no dia seguinte. Baixe o documento aqui: www.ufo.com.br/public/noite/

Um relatorio espantoso vem à tona revelar o que ocorreu

O que não se sabia e que os militares compilaram relatorios importantissimos e detalhados sobre este evento, que ficaram desconhecidos do publico ate ha alguns meses, quando então foram liberados. Num deles, emitido pela Aeronautica em 02 de junho de 1986 e assinado pelo brigadeiro Jose Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, na epoca comandante do Comando Geral do Ar, e dito apresentada ao ministro Moreira Lima a seqüência dos despachos dos caças a jato e o que eles viram.

Isso alem de confirmar a detecção dos radares tanto de solo quanto de bordo das aeronaves, indicando o grau de seriedade do que ocorreu. E mais, na parte do documento em que estão as Considerações Finais e dito claramente que os UFOs que causaram aquele alvoroço sobre a Região Sudeste naquela noite “…eram solidos e refletiam certa forma inteligência pela capacidade de acompanharem e manterem distância dos observadores, como tambem por voarem em formação” (anexo). e por causa de documentos assim, e de muitos outros, que os ufologos brasileiros agora podem dizer à toda a sociedade que o que sempre afirmaram e verdade, pois hoje se sabe que os militares têm vasta quantidade de informação a respeito. Baixe mais documentos aqui: www.ufo.com.br/documentos/

Porem, algumas perguntas cruciais permanecem: ha quanto tempo, afinal, o Governo Brasileiro acompanha estas movimentações e investiga a ação de discos voadores em nosso pais? E por que faz isso em sigilo, sem compartilhar suas descobertas com a Nação? Ha coisas assim tão graves que justificam o segredo? Os ufologos brasileiros garantem – e agora têm documentos para provar – que os militares da Aeronautica pesquisam os UFOs desde os anos 50, dividem suas informações com os norte-americanos e descobriram coisas impressionantes, parte delas sendo reveladas agora com toda a discrição e sem alarde nos documentos que estão sendo liberados.

Os relatorios da Operação Prato demonstram contato com UFOs na Amazônia

Entre tais pastas ja estão disponiveis no Arquivo Nacional cerca de 500 paginas de relatorios de outros importantes incidentes ufologicos ocorridos na Amazônia, nos anos 70, que foram investigados e documentados pelos militares da Força Aerea Brasileira (FAB) nas ilhas de Colares e Mosqueiro. Foi a Operação Prato, comandada secretamente pelo coronel Uyrangê Hollanda e que envolveu cerca de três duzias de militares. Veja entrevista aqui: www.ufo.com.br/artigos/dossie-amazonia—o-ultimo-depoimento-de-uyrange-hollanda-fornece-inspiracao-para-reflexoes/

Eles não apenas tiveram freqüentes contatos com as naves que la baixavam como fizeram mais de 3 mil paginas de relatorios dos fatos e obtiveram cerca de 500 fotos dos UFOs e 16 horas de filmagens deles, parte deste material ja liberada pelo Governo. Em entrevista exclusiva à Revista UFO, Hollanda descreveu ate mesmo um contato direto com seres extraterrestres na selva. Esta la nos documentos.]

Mas, enquanto o Governo não abre tudo, os ufologos da CBU trabalham conquistando militares da Reserva da Aeronautica simpaticos à questão ufologica. Muitos deles ja deram espantosas declarações à Revista UFO, mas três se superaram e demonstram que o Governo sabe muito bem da gravidade da situação. Veja o que eles dizem:

Coronel da Reserva da Força Aerea Brasileira (FAB) Antonio Celente Videira, residente no Rio de Janeiro: “A abertura dos documentos e um feito historico no Brasil. Agora estes materiais, produzidos pela FAB, servem como importantes peças para se analisar a presença de outras especies cosmicas na Terra, com vistas à melhorar e à expandir a segurança nacional. Esta e uma forma logica de enquadrar os discos voadores nesta equação”. Ele e hoje um dos membros da Comissão Brasileira de Ufologos (CBU) e tem pedido ao Governo a reabertura das investigações com a participação dos ufologos civis. Veja: www.ufo.com.br/artigos/o-que-revelam-os-novos-documentos-do-sioani/

Brigadeiro da Reserva da Força Aerea Brasileira (FAB) Jose Carlos Pereira, residente em Brasilia: “A abertura dos documentos não vai prejudicar ninguem, não vai causar pânico e nem vai comprometer a segurança nacional do pais. Então, se e assim, os arquivos secretos devem ser abertos integralmente, e a sociedade deve saber de tudo. E quando isso ocorrer, o debate em torno da questão ufologica não sera apenas dos ufologos, mas de toda a população”. Ele e o militar que comandou o Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (Comdabra), onde estão guardadas 12 toneladas de documentos ufologicos ainda a serem liberados – que, talvez, por sua gravidade, nunca venham a ser (entrevista anexa). Veja: www.ufo.com.br/entrevistas/os-arquivos-sobre-os-ufos-devem-ser-abertos

Brigadeiro da Reserva da Força Aerea Brasileira (FAB) e ex-ministro de Aeronautica Socrates Monteiro: “Os militares brasileiros vêm monitorando a ação de UFOs ha decadas sobre o Territorio Nacional, chegando a detectar objetos voando a mais de 3.500 km/h. Mas, sem uma explicação, eles apenas arquivam os relatorios. Eu creio que os UFOs têm uma tecnologia muito mais avançada do que a nossa, e quando eu era ministro, se tivessem me pedido para abrir os arquivos e revelar o que tinhamos, eu o teria feito”. Ele tambem foi comandante do Centro Integrado de Defesa Aerea e Controle de Trafego Aereo (Cindacta) e teve avistamentos pessoais (entrevista anexa). Veja: www.ufo.com.br/entrevistas/ufos-tem-tecnologia-alem-da-nossa/

Os UFOs agora são oficiais os militares confirmam o que os ufologos sempre afirmaram

Por tudo isso e muito mais, os ufologos brasileiros podem hoje comprovar o que sempre disseram: os discos voadores existem, são veiculos avançados de natureza material e estão sob controle inteligente de outras especies cosmicas. Porque os militares tambem confirmam que suas afirmações são verdadeiras.

A. J. Gevaerd,
Editor da Revista UFO

UFOGeNESIS]

EL ERROR DEL PLATILLO*
Por Martin S. Kottmeyer
“¿Por que platillos volantes?, ¿por que no cubos volantes o piramides volantes o, ya que estamos, ¿por que no elefantes rosas volantes o incluso edificios volantes?”, solia preguntarse el doctor Joseph Allen Hynek. Esa pregunta tiene respuesta. Enterese, entonces, de los entretelones de la mas sorprendente historia nunca antes contada acerca de cuando, quienes y como fueron construidos los mas famosos cacharros que se ven en los cielos.

Portada del primer numero de la revista FATE, de la primavera de 1948, editada por Ray Palmer, otro de los impulsores del gran mito de los platillos voladores.

De vez en cuando, los ufologos manifiestan su profundo sentimiento de que los OVNI no pueden ser simplemente un mito. Basta mirarlos. ¿A quien se le podria haber ocurrido esa forma? Los viajes espaciales tienen que ver con cohetes, no con esas maravillas de forma discoidal. Todo el fenomeno es tan… si, justo, tan distinto y ajeno de lo que nosotros supondriamos…

J. Allen Hynek, uno de los mas destacados ufologos de su tiempo, lo expreso de esta manera: “¿Por que platillos volantes?, ¿por que no cubos volantes o piramides volantes o, ya puestos, por que no elefantes rosas volantes o incluso edificios volantes, reportados desde un centenar de paises diferentes? Si los informes OVNI no fueran sino fruto de una imaginacion desbordada, ¿por que no cientos o miles de formas total y radicalmente diferentes, conforme cada persona en cada cultura concreta daba rienda suelta a su imaginacion dentro de sus condicionantes locales?” (Hynek UFO Report, Dell, 1977, p. 28).

John Prytz, quien supo defender en una fascinante serie de articulos la hipotesis extraterrestre frente a las interpretaciones psicosociales del fenomeno OVNI, dedico todo uno de ellos (‘UFO Genesis’, MUFON UFO JOURNAL, Septiembre 1982, p. 10-14) a explorar este enigma. En 1947 no existian peliculas de ciencia-ficcion y las series anteriores a esa fecha, The Purple Monster Strikes (El monstruo purpura ataca) y Flash Gordon, solo incluian cohetes. Llego incluso a revisar los periodicos de la epoca sin poder encontrar nada en el entorno cultural que pudiera haber estimulado el fenomeno platillo. Aquella epoca fue bastante aburrida. Prytz concluye: “La oportunidad temporal en la genesis del fenomeno OVNI moderno, que no puede explicarse logicamente, es otro potente argumento mas en favor de una naturaleza e inteligencia externa detras de los OVNI, y otro clavo en el ataud de quienes proponen un origen interno, en la propia inteligencia humana”.

El historiador de los OVNI, David Jacobs, se hizo eco de esta postura en su trabajo The New Era of UFO Research (La Nueva era de la investigacion OVNI) (Pursuit, nº 78, 1987) y mas recientemente en Secret Life (Vida Secreta), afirmando que no existen precedentes para la configuracion platillista ni en las peliculas de ciencia ficcion, ni en la propia ciencia-ficcion, y ni siquiera en la cultura popular del momento. Dichos objetos parecian “superar con mucho los productos de la tecnologia humana de 1947, y rapidamente se hizo evidente que los testigos estaban viendo algo que podria ser totalmente unico”.

En cierto sentido muy trivial Prytz y Jacobs estan simplemente equivocados. Las naves espaciales en forma de disco tienen ciertos precedentes en la cultura popular. Aparecen en el bien conocido y ampliamente difundido comic de Buck Rogers en fechas tan tempranas como 1930. En su propia serie Flash Gordon combatio contra un escuadron de mortiferos “giroscopios espaciales” en 1934. Y lo que es aun mejor: podemos verlos dando vueltas, gracias a los gloriosos y toscos efectos espaciales del Hollywood de 1938, en la pelicula Rocketship, como parte de la serie filmada de Flash Gordon basada en el comic del mismo nombre. El ilustrador de ciencia-ficcion Frank R. Paul empleo repetidamente naves espaciales en forma de disco en sus portadas para las novelas baratas de la epoca. Otros muchos siguieron su ejemplo. Sin embargo, considero este punto trivial porque me parece que se trata de coincidencias inevitables en un conjunto tan amplio de creatividad artistica. Los artistas emplean todas y cada una de las formas geometricas que se les ocurren, y solo cuando les falla la imaginacion acaban apelando a la forma convencional del cohete. Si las imagenes de la ciencia ficcion fueran determinantes para lo que la gente debia imaginar en 1947, hubieramos tenido una oleada de cohetes fantasmas, no de platillos volantes. Asi que, ¿que fue lo que determino este resultado?

Segui leyendo en el siguiente link:
www.dios.com.ar/notas1/creencias/cultura_alien/kott_entrev/kott_entrev_relac1.htm

Alejandro Agostinelli.
www.dios.com.ar – Todos los derechos reservados. ©2002 – 2003 Alejandro Agostinelli

Facebook Comments